PUBLICIDADE

Topo

Blog da Sophie Deram

Diga não às dietas restritivas, elas só engordam

Sophie Deram

18/10/2017 04h15

Crédito: iStock

Você quer emagrecer?

A resposta provavelmente é sim, na maioria das vezes.

É fato que a população mundial está engordando e, ao mesmo tempo, nunca tivemos tanta magreza exibida nas redes sociais e mídia. Isso gera uma grande insatisfação corporal que prejudica nossa saúde física e mental. Nunca estamos bem o suficiente!

Esse mal-estar alimenta uma indústria da beleza/magreza de bilhões de reais, que também se fortalece com o fracasso contínuo de quem está na busca pelo corpo "perfeito". É uma armadilha que se nutre do seu fracasso e insatisfação corporal e o leva a um ciclo vicioso que só vai fazer com que você queira investir mais dinheiro, buscando essa magreza tão desejada, mas que só acaba te deixando mais insatisfeito e acima do peso.

Então vou te passar uma dica: não faça dieta!

Os estudos no mundo inteiro chegam à mesma conclusão: mais de 90% das pessoas que fazem uma dieta restritiva no intuito de emagrecer recuperam todo o peso ou engordam ainda mais em um período médio de 6 meses a 2 anos.

Claro que fazer dieta –seja low-carb, low-fat, da proteína, paleo, vegan, jejum intermitente ou alguma outra– vai gerar perda de peso… no começo. Esse período inicial dá uma grande euforia! "Foco, força e fé", eles dizem. Mas isso não dura e, na realidade, depois disso você começa a ter uma relação diferente com a comida. Da mesma forma, seu corpo e metabolismo mudam.

Já reparou que, desde que você tentou essa tal dieta, está com mais peso? Já reparou que, quanto mais você quer fechar a boca, mais pensa em comer? Já reparou que, desde que começou esse ciclo de dietas, acaba comendo quando está triste, feliz, cansado, estressado, ansioso? Isso é o "comer emocional", e nessas horas o que mais vem à cabeça é chocolate ou pão com manteiga, não é?

Então, veja bem, você é normal. É normal fracassar na dieta

Dietas restritivas podem levar à obsessão por comida, comer emocional, transtornos alimentares e aumento do risco de engordar a longo prazo.

Por que sua dieta não está funcionando? Porque seu organismo e cérebro não deixam você perder peso de maneira rápida. Isso assusta seu instinto de sobrevivência, que percebe essa perda de peso como uma ameaça e faz de tudo para você voltar a comer e engordar, ou seja, voltar ao seu peso inicial! Os mecanismos de reação às restrições alimentares são bem documentados em pesquisas científicas, sendo os principais o aumento do apetite e a diminuição do metabolismo.

Apesar do que se fala em muitos blogs, na mídia ou até na rua, perder peso não é tão simples como "fechar a boca e malhar", tampouco se trata de "foco" ou "força de vontade". Nosso cérebro é quem controla o mecanismo de perda e ganho de peso, pois é ele que te manda os sinais de quando comer e quando parar de comer, é ele que decide quanto vai armazenar ou gastar. Situações estressantes para o cérebro, justamente como as restrições impostas pelas dietas, afetam muito esses mecanismos.

Escolhi o título do meu livro, "O peso das dietas", por conta disso. Para mostrar que dietas levam a resultados indesejados, seja no corpo com ganho de peso, seja na mente com um comer transtornado. Ninguém sai igual de uma dieta restritiva.

Não perca tempo ou saúde

Não existe dieta milagrosa que resgate sua alegria de viver e sua felicidade através de uma perda de peso rápida. Pare de acreditar, isso não existe! Cuidado com o que você lê ou escuta por aí.

Cuide-se bem, sem se machucar, focando no seu bem-estar e na sua saúde. Aceite seu corpo como ele está agora, respeite-o e busque nutri-lo com carinho e prazer. Esse sim é o caminho para alcançar um peso saudável, sustentável e sem pressa.

Bon appétit!

Sophie Deram

Sobre a autora

Sophie Deram é uma nutricionista franco-brasileira, autora do best-seller “O Peso das Dietas”, palestrante, pesquisadora e doutora pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) no departamento de endocrinologia. Defende a importância do prazer de comer para a saúde e a ideia de comer melhor e não menos. Sophie não acredita nas dietas restritivas e no “terrorismo nutricional”. Desenvolve programas online para transformar a relação das pessoas com comida e ensina profissionais de saúde sobre nutrição que alia ciência e consciência.Leia mais no site da Sophie Deram: https://www.sophiederam.com/br/

Sobre o blog

Dicas, reflexões e estudos sobre a relação do nosso corpo com a comida, com foco em alcançar uma relação tranquila com os alimentos e, assim, obter um peso saudável. Esse é um espaço que passa longe dos modismos alimentares. Aqui promoveremos mudanças de hábitos que vão te ajudar a viver melhor. Acredito que o ser humano se nutre de alimentos e sentimentos.