menu
Topo
Blog da Sophie Deram

Blog da Sophie Deram

Categorias

Histórico

Emagrecer para o casamento? Tática pode azedar sua lua de mel

Sophie Deram

05/12/2018 04h00

Crédito: iStock

Sei que estou correndo um grande risco ao usar um título como esse. Afinal, emagrecer e ficar "magérrima" para o dia do casamento é o sonho de muitas mulheres. E sonho não se discute! Todo mundo tem o direito de buscar a melhor versão de si mesma para realizar algo que vem sendo planejado com tanta dedicação, às vezes, por anos e anos. Mas aproveitando a polêmica envolvendo a atriz Carolina Dieckmann, resolvi trazer esse assunto.

A meu ver, o problema não é querer emagrecer, e sim, a forma como esse objetivo é perseguido. Infelizmente esse título não foi algo inventado só para chamar atenção. Ele é bem real, de acordo com o que vejo na minha prática clínica.

Ouço muitas histórias de mulheres que fazem de tudo para emagrecer durante o período que antecede a cerimônia. Entram em dietas malucas, fazem jejum, passam fome, malham excessivamente. Conseguem, ficam felizes, entram no vestido! Registram tudo em muitas imagens…

…e ficam presas àquelas imagens.

Já ouvi relatos de pacientes que, em plena lua de mel, momento em que deveriam estar em paz, curtindo e se divertindo, já começam a viver um pesadelo chamado "medo de engordar". Não se sentem à vontade para comer, e ficam obcecadas pela imagem corporal que conquistaram para o casamento. Isso gera uma enorme ansiedade, baixa autoestima e uma insatisfação corporal sem fim.

Estes sentimentos podem virar gatilhos para problemas maiores, interferindo, por exemplo, na vida sexual e até nos planos de engravidar – muitas ficam com medo de engordar, porque, se isso acontecer, não vão poder ter filhos. Gente, quem disse isso?!?

Claro que o ideal é engravidar com um peso saudável, até para ter uma gestação mais tranquila e para garantir melhores condições para o bebê. Mas alguns quilos a mais não deveriam paralisar tanto as mulheres.

Não deveriam impedi-las de ter autoestima, de ter uma vida sexual satisfatória, de comer o que sentem vontade….de usar biquíni! São coisas tão simples, mas que muitas mulheres estão abrindo mão por se sentirem gordas, presas num padrão estético que não corresponde à maioria da nossa população.

Já falei de insatisfação corporal por aqui, mas hoje resolvi trazer um pouco dessa busca excessiva pelo "corpo perfeito" no pré-casamento porque recentemente tive um exemplo real no meu consultório, que, felizmente, teve um desfecho muito legal.

Acho que pode ser inspirador para muitas mulheres que estão lutando contra o próprio corpo.

Profissão de risco: costureira de vestido de noiva

Recebi recentemente uma paciente que eu já tinha atendido há alguns anos. No nosso primeiro contato, ela estava na faixa dos 20 anos e me procurou porque estava acima do peso, muito infeliz e com muita compulsão alimentar.

Ela me contou que seu problema com o corpo começou na celebração dos seus 15 anos. Como sempre foi curvilínea, achou adequado fazer uma dieta para entrar no vestido e parecer magra na festa.

Fez dieta restritiva e tomou medicação para emagrecer seguindo as orientações de um endocrinologista. Perdeu peso, gostou do resultado, mas, depois do evento, ganhou muito peso e desenvolveu depressão, ansiedade e compulsão.

Trabalhamos juntas por meses, com acompanhamento de psiquiatra e psicólogo. Ela parou de tomar remédio, se livrou da compulsão, fez as pazes com a comida e o corpo e chegou a um peso saudável e estável.

Esse ano, me procurou novamente: ia se casar. Estava ansiosa e estressada. Principalmente por causa do vestido. A costureira começou a tirar as medidas seis meses antes, e, nesse tempo, viu muitas variações. Um dia parecia mais magra; no outro, estava mais inchada por conta do período menstrual ou porque realmente tinha ganhado um pouco…haja ajuste!

Eu brinquei que até as costureiras estão sofrendo com as dietas das noivas. Acho que essa é atualmente uma das profissões mais difíceis do mundo. Imagine ter que lidar com todas essas oscilações de peso durante o período em que estão confeccionando a peça? A cada prova é uma nova angústia. Entra ou não entra? Ajusta ou solta? Quem fica mais estressada: a noiva ou a costureira?

Isso acontece principalmente com as mulheres que se submetem a dietas muito restritivas, pois geralmente acarretam uma perda de peso muito brusca. Só que o difícil é manter, então, o que acontece com frequência é o eterno efeito sanfona.

E por isso mesmo essa paciente estava apavorada, com muito medo de engordar. Eu disse: "Você já viu esse filme, lembra?". Felizmente, consegui convencê-la a continuar o trabalho sem neura, sem restrição, sem medicação e sem nenhum tipo de método radical.

Ela voltou a cuidar de si de forma saudável, sem focar somente no peso e, hoje, está na sua melhor versão desde os 14 anos de idade. Vai se casar com o corpo que ela tem, não com um corpo que só existe na foto da festa de debutante.

Esse é o melhor jeito de se chegar a um peso saudável e sustentável, de forma consciente, com saúde, sem agredir o corpo e comendo de tudo de forma moderada. Com prazer e sem culpa.

Se você também está nessa busca, procure se reconectar de forma mais profunda com o conceito de "corpo perfeito". Corpo perfeito não é uma imagem, e sim, a conexão entre o seu bem-estar físico e mental. Posso te garantir que a Lua de mel será muito mais gostosa!

Bon appétit!

Sobre a autora

Sophie Deram é uma nutricionista franco-brasileira, autora do best-seller “O Peso das Dietas”, palestrante, pesquisadora e doutora pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) no departamento de endocrinologia. Defende a importância do prazer de comer para a saúde e a ideia de comer melhor e não menos. Sophie não acredita nas dietas restritivas e no “terrorismo nutricional”. Desenvolve programas online para transformar a relação das pessoas com comida e ensina profissionais de saúde sobre nutrição que alia ciência e consciência.Leia mais no site da Sophie Deram: https://www.sophiederam.com/br/

Sobre o blog

Dicas, reflexões e estudos sobre a relação do nosso corpo com a comida, com foco em alcançar uma relação tranquila com os alimentos e, assim, obter um peso saudável. Esse é um espaço que passa longe dos modismos alimentares. Aqui promoveremos mudanças de hábitos que vão te ajudar a viver melhor. Acredito que o ser humano se nutre de alimentos e sentimentos.