PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

8 dicas para atingir suas metas em 2020 sem dietas malucas

Sophie Deram

01/01/2020 04h00

Crédito: iStock

O ano de 2020 chegou e com ele muitas promessas e metas para o novo ciclo que se inicia. Nesse momento as pessoas estão motivadas para fazer mudanças em suas vidas com o intuito de adquirir novos hábitos: o mais clássico hoje é emagrecer, mas existem também ter uma alimentação mais saudável, dar mais atenção à saúde, exercitar-se com mais frequência, economizar dinheiro, parar de fumar, dedicar-se mais à família e aos amigos, fazer algo novo… enfim, as metas são inúmeras.

Parece que nessa ocasião saímos da imersão do dia a dia e nos sentimos mais à vontade para refletir sobre o que queremos fazer de forma diferente e que hábitos desejamos modificar. É um ponto muito positivo dessa época do ano, que nos permite perceber perspectivas e criar boas expectativas para atingir nossos objetivos. No entanto, também é bem comum que essas promessas traçadas não se concretizem, gerando frustrações e desmotivação. Se ano após ano você vem passando por isso, fique sabendo que é mais comum do que pensa.

Não cumprir as promessas de Ano Novo é normal

Os cientistas também se preocupam em analisar o destino desses objetivos. Richard Wiseman, um psicólogo britânico, realizou um experimento com 3.000 pessoas sobre os planos para o ano novo, o que incluía perda de peso, visita à academia, parar de fumar e beber menos.

o início do estudo, 52% dos participantes estavam confiantes no sucesso. Um ano depois, apenas 12% atingiram sua meta. O estudo descobriu por que tantas pessoas falham e o que pode ser feito para ajudar a garantir a concretização das mudanças.

Durante o experimento, as pessoas foram aleatoriamente colocadas em um dos vários grupos e solicitadas a seguir conselhos diferentes. Surgiram grandes diferenças entre as abordagens mais adequadas para homens e mulheres.

Os homens eram significativamente mais propensos a ter sucesso quando solicitados a se engajar em qualquer estabelecimento de metas (por exemplo, definir uma quantidade de dias por semana para realizar uma atividade física era mais eficaz do que determinar que tentaria exercitar-se mais) ou se concentrar nas recompensas associadas ao alcance de sua meta (por exemplo, tornar-se mais saudável).

Já as mulheres tiveram mais sucesso quando compartilharam sua meta com amigos e familiares ou quando foram encorajadas a não desistirem por terem retornado a velhos hábitos ou tido alguma recaída. Ou seja, se estavam tentando ter uma alimentação mais saudável e em algum momento exageraram, tinham mais chances de sucesso de tratavam o momento como algo temporária e não como um erro que colocou tudo a perder.

Essas diferenças simples tiveram grandes efeitos. Um adicional de 22% dos homens alcançou sua resolução quando se engajaram no estabelecimento de metas objetivas, e as mulheres tiveram quase 10% mais chances de obter sucesso quando incentivadas a persistir diante de contratempos.

Metas para um peso saudável

O desejo por emagrecer e ter um corpo esbelto está, com certeza, entre uma das metas de Ano Novo prediletas. Com o fim do ano vem também a pressão pela perda de peso e busca por um corpo ideal e as metas se voltam para o verão. Eu acredito em um projeto verão diferente, que foca no bem-estar e na saúde e não no emagrecimento. Como sempre digo, é normal fracassar na dieta.

Então, prefiro falar em peso saudável e não em peso ideal. Pois não se trata de algo estático, mas passível de mudanças ao longo da vida e que corresponde a um estilo de vida saudável, o que inclui: sono adequado, alimentação regular e equilibrada, baseada em comida fresca e caseira, sem restrições de grupos alimentares, que respeite os aspectos genéticos e a saúde física e mental.

Portanto, um peso e um corpo ideias são aqueles de uma pessoa saudável, física e mentalmente.
Com isso, não quero dizer que você não possa querer emagrecer com saúde para sentir-se melhor consigo mesmo, mas é importante lembrar que a perda de peso nada mais é que uma consequência da mudança comportamental. Mudar determinados hábitos é que nos ajudará a chegar a um peso saudável como também fazer as pazes com a comida e com o corpo. Por isso, ao traçar metas não devemos focar no peso e no número de quilos que desejamos perder.

Além disso, todas as áreas da nossa vida estão relacionadas: profissão, vida afetiva, equilíbrio emocional, lazer, saúde etc. Muitas vezes não é de mudanças na alimentação nem no peso o que precisamos no momento, sendo necessário avaliar que metas realmente são necessárias no momento para termos mais qualidade de vida e bem-estar. Por isso, seja na busca por uma alimentação e um estilo de vida mais saudáveis, ou em qualquer outra mudança que deseje para a sua vida, separei algumas dicas que podem te ajudar a concretizar as metas de ano novo.

Oito dicas para cumprir suas promessas de 2020

  1. Pense no que VOCÊ realmente gostaria de mudar, sem ser levado pelas mudanças de outra pessoa. Qual o sentido e quais as razões de realizar determinada mudança?
  2. Busque uma meta objetiva, viável e realista. Definir que deseja se exercitar mais não é tão eficiente do que definir uma quantidade de dias em que realizará determinado exercício físico, de acordo com sua rotina e tempo disponível.
  3. Defina não mais do que duas metas por vez. Assim, você canaliza a energia para mudar apenas um aspecto do comportamento e tem mais chances de atingir seus objetivos. À medida que for concretizando busque novos desafios de forma gradual, sempre respeitando o seu corpo e seus limites.
  4. Pense sobre os detalhes para que suas mudanças sejam exequíveis. Onde? Quando? Em quanto tempo pretende mudar? Quais as estratégias são necessárias para a mudança? Quais as suas habilidades e facilidades? Que dificuldades e desafios você precisa enfrentar?
  5. Conte com a ajuda de amigos e familiares para cumprir seus objetivos. Envolvendo outras pessoas suas chances de sucesso estarão aumentadas, como também é possível que influencie outras pessoas a realizarem mudanças benéficas.
  6. Reflita sobre os benefícios que você alcançará cumprindo essa meta e no que deixará de ganhar por não cumpri-la. Você pode até mesmo criar uma lista para visualizar e verificar as consequências positivas dessa mudança.
  7. Reconheça o positivo. Foque naquilo que conseguiu mudar e não no que ainda não conseguiu realizar. Isso é essencial para manter-se motivado.
  8. Trate qualquer falha como um revés temporário, e não como uma razão para desistir completamente. Não somos máquinas, mas seres humanos, por isso é impossível fazer tudo exatamente do mesmo jeito, além de ser necessário lidar com diversos imprevistos e dificuldades que encontramos no processo de mudança.

Essas são minhas dicas para esse início de ano. Espero que elas te ajudem a tirar as metas do papel e a realizar seus objetivos.

Feliz Ano Novo e um 2020 em paz com a comida e com o corpo!

Bon appétit!

Sophie Deram

Sobre a autora

Sophie Deram é uma nutricionista franco-brasileira, autora do best-seller “O Peso das Dietas”, palestrante, pesquisadora e doutora pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) no departamento de endocrinologia. Defende a importância do prazer de comer para a saúde e a ideia de comer melhor e não menos. Sophie não acredita nas dietas restritivas e no “terrorismo nutricional”. Desenvolve programas online para transformar a relação das pessoas com comida e ensina profissionais de saúde sobre nutrição que alia ciência e consciência.Leia mais no site da Sophie Deram: https://www.sophiederam.com/br/

Sobre o blog

Dicas, reflexões e estudos sobre a relação do nosso corpo com a comida, com foco em alcançar uma relação tranquila com os alimentos e, assim, obter um peso saudável. Esse é um espaço que passa longe dos modismos alimentares. Aqui promoveremos mudanças de hábitos que vão te ajudar a viver melhor. Acredito que o ser humano se nutre de alimentos e sentimentos.

Nutrição Sem Neura